Por quê usar EPS (Isopor®) em

caixas e embalagens?

De acordo com a ANVISA, os principais objetivos de uma embalagem para alimentos são proteger, conservar e informar. Por suas características físicas, o EPS (Isopor®) se torna o material ideal para esse tipo de aplicação.

-Proteção

É de extrema importância que embalagens para alimentos oferecem resistência a choques e vibrações. Por sua constituição molecular e composição de 98% de ar, o EPS (Isopor®) é ideal para que isso não seja um problema – não apresenta danos por quedas e nem durante o transporte. É um material resistente a microorganismos e bactérias exteriores.

-Conservação

No quesito de conservação, as embalagens para alimentos em EPS (Isopor®) garantem um controle de temperatura muito maior, já que que o EPS (Isopor®) tem baixo coeficiente de condutibilidade térmica – ou seja, é ótimo isolante térmico.

-Versatilidade

O EPS (Isopor®) é muito versátil, ele pode ser facilmente moldado, assumindo formas que se encaixam para qualquer tipo de necessidade. Além disso, sua composição de 98% de ar o torna extremamente leve, o que reduz os gastos com transportes e facilita muito os processos de logística. O EPS (Isopor®) também tem superfície lisa e sem pontas agudas, o que permite todo o tipo de manuseio sem nenhum tipo de risco.

 

-Sustentabilidade

O EPS (Isopor®) é 100% reciclável, e sua matéria prima pode passar pelo processo de reutilização por várias vezes, além de ser completamente isento de CFC. Sua fabricação também tem baixo impacto ambiental, utilizando menos recursos naturais do que outros materiais normalmente usados em embalagens de alimentos.

É importante lembrar também que o EPS (Isopor®) é totalmente atóxico: Não contamina o solo, a água, o ar e nem muito menos os alimentos contidos nas embalagens.

Quer saber mais sobre como o EPS (Isopor®) pode ser útil? Clique em um dos links abaixo: